• Notícias
  • Central de Downloads
  • Seleção de Produtos
Brasil
Change to Another Country
Busca


Media Center
<< Back to our NEW WEBSITE
Notícias
Produtos e Soluções

» Home » Media Center » Notícias » Produtos e Soluções » Estação de bombeamento de efluentes soluciona problema de oscilação com motores especialmente desenvolvidos

Fevereiro 17, 2017 / Produtos e Soluções

Estação de bombeamento de efluentes soluciona problema de oscilação com motores especialmente desenvolvidos

A WEG desenvolveu uma solução de aplicação para a Planta de Tratamento de Efluentes, através de uma Estação de Bombeamento de Efluentes Brightwater, estado de Washington, EUA.

Ampliar
Ampliar

A estação de bombeamento de efluentes coleta o esgoto sem tratamento e o bombeia por 3,2 km até a planta de tratamento de águas residuais, que está construída a uma altitude de aproximadamente 71 metros acima do nível da estação de bombeamento. Com esta elevação, que é considerada alta para bombas de esgoto sem tratamento, a estação de bombeamento de efluentes instalou quatro pares de bombas de esgoto verticais à prova de entupimento para operação em série. Embora a estação de bombeamento seja projetada para acomodar seis pares de bombas em seu poço seco, as oito bombas Fairbanks Morse transportam com sucesso aproximadamente 17 milhões de galões de esgoto para a planta de tratamento de águas residuais por dia.

Cada par de bombas trabalha em série em diferentes alturas, ou seja, a bomba do primeiro estágio, a 17 metros de altura, bombeia para a segunda bomba a 25 metros de altura. A soma total dessas duas bombas fornece energia suficiente para transportar o esgoto sem tratamento através dos tubos para a estação de tratamento de águas residuais.

Todas estas bombas são equipadas com inversores de frequência. Os inversores normalmente diminuem a velocidade de bombeamento gradualmente para evitar oscilações, mas não eram capazes de fazer isto durante uma falta de energia.

Anteriormente as bombas eram acionadas por motores de 700 e 1500 HP, que foram projetados com uma quantidade considerável de inércia, com os motores de 1500 HP oferecendo 15.000 lbs.ft2 de inércia. Entretanto, mediante o comportamento hidráulico e análise de picos determinaram que seria necessário inércia 51.500 lbs.ft.2 para compensar o pico do sistema. Este valor de 51.500 lbs.ft.2 era uma quantidade significativa de inércia e houve dúvida se seria possível fabricar novos motores para suportar a nova necessidade da estação.

Os engenheiros da WEG aceitaram o desafio e desenvolveram uma maneira de construir um motor de 1500 HP com 51.500 lbs.ft.2 de inércia e um motor de 700 HP com 11.467 lbs.ft.2 de inércia. Depois de vários meses verificando especificações do sistema e desenvolvendo processos de engenharia e projeto, os engenheiros da WEG propuseram a solução satisfatória para o cliente.


|



 



WEG Fácil
Notícias - fique sabendo o que acontece na WEG
Boletim - receba novidades no seu email